JULIANO MORAES

Nascido Em Goiânia, Goiás, iniciou-se nas artes ainda adolescente nos ateliês livres do Museu de Goiânia, é formado em Ciências Sociais e mestre em poéticas contemporâneas pelo IDA-UNB. Recebeu seu primeiro prêmio já aos 18 anos na 2ª Bienal de Goiás, participou da 3ª Bienal do Mercosul, Bienal das Américas, Panorama das Artes, expôs no MAM Rio de Janeiro, MAC São Paulo, CCBB São Paulo, Casa das Rosas, Museu de Arte de Brasília. Seus trabalhos são marcados pela investigação do informe e pelas zonas fronteiriças de linguagem. 

 

CURRÍCULO RESUMIDO

Mostras individuais

1995 – Itaúgaleria Goiânia-Go, Brasília-DF e Campinas -SP

1996 – Stuff, Centro Cultural São Paulo, São Paulo-SP

2001 – Ne-Uter, Museu de Arte Contemporânea de Goiás - Goiânia-GO

         – Ne-Uter, Paço das Artes, São Paulo-SP

2005 – Paisagens Secretas, Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo-SP

2007 – Aceiro, Paço das Artes, São Paulo-SP

          – Primeiros sintomas, Igreja da Abadia, Goiás Velho-GO

2016 – Coordenação geral/curadoria REfluxo - Festival Experimental de Artes, Goiânia-Goiás

2017 – Contrarquitetura, Museu de Arte contemporânea de Goiás - MAC-GO, Goiânia-GO

 

Mostras coletivas

1990 – II Bienal de Artes de Goiás, 1º Prêmio, Goiânia-GO

1998 – Prêmio Brasília de Artes Visuais, Prêmio Aquisição, Museu de Arte de 

            Brasília, Brasília-DF

1998 – United Artists. Galeria Casa das Rosas, São Paulo-SP

1999 – Panoramas das Artes, Museu de Arte de Brasília, Brasília-DF

2001 – III Bienal do Mercosul, Cidade dos Containers, Porto Alegre-RS

2002 – II Salão de Arte Contemporânea de Goiás. 1º Prêmio, Goiânia-GO

           – Olhar Multiplicado, Galeria ECCO, Brasília-DF

           – Bienal Ceará-America – De ponta cabeça, Fortaleza-CE

2004 – Visível Legível, Museu de Arte Moderna de Anápolis, Anápolis-GO

2005 – Redemergência, Funarte, Rio de Janeiro-RJ

2006 – Territórios Recombinantes, MAC-USP, São paulo-SP

         – Prêmio CELG de Artes Plásticas, Goiânia-GO

2008 – Abre alas, Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro-RJ

2009 – Moradas do Íntimo, Espaço Cultural Marcantônio Vilaça, Brasília-DF

         – Dentro do mesmo traço, Curadoria de Teixeira Coelho. Fundação Iberê

            Camargo, Porto Alegre – RS

2010 – Espaço Ecco, Brasília – DF

2011 – Instalação Sonora 66x96, Paço das Artes, São Paulo-SP

2012 – Caos e Efeito - Centro cultural Itaú, São Paulo-SP

2013 – Epílogo - Espaço Marco Alessandro, Goiânia – Goiás.

         – Dropdead, Mostra de Videoarte – Martim Cererê, Goiânia-GO

2014 – Sintomas Estéticos do Plural – Galeria da FAV, Goiânia – Goiás.

2015 – Residência móvel em estado de deriva, Chapada dos Veadeiros-GO

2016 – REfluxo - Festival Experimental de Artes, Goiânia-Goiás

          – Diálogos Possíveis - Centro Cultural UFG, Goiânia-Goiás

2017 – 8º Salão dos Artistas sem Galeria - Sankovsky Galeria, São Paulo-SP - Galeria Zipper, São Paulo-SP

             Orlando Lemos Galeria, Belo Horizonte-MG, Patrícia Costa Galeria, Rio de Janeiro-RJ

             Potrich Galeria de Arte, Goiânia-GO